Chega de ansiedade

A temida ansiedade pode ser controlada, e é mais simples do que parece.

Ouvimos muito sobre ansiedade e temos sempre a sensação de que ela representa algo ruim e incontrolável. Hoje ela é um dos principais motivos de procura por terapeutas e psiquiatras. Mas entender como ela funciona e saber que ela pode ser controlada pode ajudar a enfrentar esta vilã.

Existem várias definições sobre ansiedade, mas de uma forma objetiva podemos dizer que ela é um medo ou apreensão, com algo que vai acontecer no futuro, ou ainda algo que não seja percebido pela pessoa. Ou seja, é possível ficar ansioso por medo de sofrer um assalto em casa ou ficar ansioso aparentemente sem motivo algum.

Os sintomas físicos mais comuns de ansiedade são taquicardia, boca seca, sudorese, tremor nas mãos e pernas, sensação de falta de ar e tontura. Com o passar do tempo e a ausência de tratamento adequado outros sintomas começam a aparecer, como a queda de cabelo, alteração de sono e apetite, alergias e problemas no estômago. Junto com estes sintomas físicos existem alguns sentimentos que podem vir associados como um grande pessimismo e uma dificuldade em encontrar uma saída, sensação de alerta constante, grande medo de morrer.

Todos estes sentimentos e sintomas geram um grande desconforto e podem comprometer a rotina e qualidade de vida. Imagine-se com um grande medo de ficar em casa sozinho associado ao pensamento de que a qualquer momento o ladrão pode entrar, e ainda acompanhado de sintomas físicos como taquicardia e sudorese. É possível que depois de algum tempo você mal consiga ficar em casa sozinho, ou acabe se mudando para um lugar que considerar mais seguro.

Mas calma, existe solução para isso. Imagine seguindo um “roteiro anti ansiedade”:

Avalie se seu medo faz sentido, se ele é real. Se for tome providências para garantir sua segurança, se não for avalie o motivo de vivenciar isso com tal intensidade.

Respire e inspire por alguns minutos, para assim conseguir acalmar-se momentaneamente e diminuir o impacto dos sintomas físicos. Ter a percepção física de tranquilidade vai te ajudar a reequilibrar seu estado emocional.

A longo prazo, use recursos para te ajudar a manter a calma, como músicas, leituras etc. Pratique atividades de laser, faça algo que te dê prazer e traga tranquilidade. Relaxar a mente é fundamental para mandar a ansiedade embora.

Pratique o autoconhecimento, fazendo terapia. Entender causas e consequências ajuda a enfrentar a ansiedade com todas as suas armas.

Simone Steilein Nosima – Psicóloga e Coach – CRP: 08/09475