Vai comprar uma casa?

Veja quais pontos emocionais que você deve considerar no momento da escolha.

Comprar um imóvel é um grande passo e deve ser dado com cuidado e atenção. Antes de iniciar as buscas vale refletir sobre o que deseja e considerar alguns fatores emocionais nesta escolha. Esta será sua morada nos próximos anos e você deve se sentir bem nela diariamente.

Evite comprar por impulso ou sem visitar um número maior de imóveis. Nas compras por impulso, a sua chance de se arrepender é alta, e, na grande parte das imobiliárias, depois de feita a proposta, você só pode desistir pagando uma multa. O ideal é ir para casa, refletir, fazer as contas e tomar a decisão com calma. Outro problema da decisão por impulso é que o momento de euforia pode de impedir de avaliar os pontos positivos e negativos com clareza, fazendo com que o imóvel nem mesmo corresponda totalmente às suas necessidades.

Tenha um corretor para chamar de seu. Um daqueles de confiança que você sabe que não vai tentar insistir em te oferecer um imóvel ruim apenas para ganhar dinheiro, mas que vai tentar encontrar para você o imóvel ideal, sua morada dos sonhos. Essa tarefa nem sempre é fácil, considere seu sexto sentido e empatia para ajudar na busca. Se você não se sente à vontade com o corretor é porque possivelmente não confia nele, o que pode interferir na sua análise do imóvel.

Está comprando um imóvel pensando em aumentar a família? Então considere o que deseja para os próximos anos. Que tal olhar para o passado e lembrar de como foi seu lar na infância? Quais suas principais lembranças relacionadas a espaço, vizinhos e estrutura? Se sua memória te leva diretamente para o playground do prédio, talvez valha você buscar algo que proporcione para seus filhos momentos de brincadeiras e descontração parecidos com o que você teve.

Aperta daqui e dali para caber no orçamento. Calma, as vezes é melhor esperar mais tempo para adquirir um bem nesse valor do que cometer loucuras financeiras. Quando se vive no limite financeiro podem aparecer sintomas de ansiedade e angústia. Para algumas pessoas, esta possibilidade de dívida já traz preocupação. Talvez esperar mais tempo, economizar um valor maior para a entrada sejam as melhores alternativas.

Considere seu estilo pessoal para definir região e características do imóvel. Se você é daqueles que odeia congestionamento, é importante avaliar o trânsito na região nos horários de pico, afinal aquele será seu trajeto durante um bom tempo. Outras situações como ruídos, construções, vias férreas também devem ser avaliadas. Melhor evitar a compra do que lidar com a irritação de viver com algo que te incomoda.

Ao definir e avaliar todas as condições e necessidades, é hora da compra. Faça a negociação e documentação com toda a seriedade e ajuda do seu corretor, isso vai impedir problemas futuros. Depois de finalmente pegar as chaves é hora de comemorar a conquista, viver feliz no novo lar e aproveitar de todo o aconchego e alegria que esse lugar e este momento proporcionam.

Simone Steilein Nosima – Psicóloga e Coach – CRP: 08/09475